quarta-feira, dezembro 27, 2006

Em algumas horas...

Universo Paralello

Estarei indo para o paraíso... mas eu volto já.

Feliz 2007, cambada!
T+

sexta-feira, dezembro 22, 2006

Dementia extravaganza...

Grindhouse

Quando os dois diretores mais insanos do mundo se reúnem, o resultado é Grindhouse. Dois filmes em um. Planet Terror, um ataque de zumbis dirigido por Robert Rodriguez, e Death Proof, Tarantino ressuscitando Kurt Russel como um dublê assassino das estradas.

Primeiro teaser trailer disponível. Cliquem aqui e assistam. E cliquem aqui para uma galeria de imagens bisonhas dos filmes.

T+
Assisti...



Happy Feet com certeza entra para o meu top 10 animações. Excelente, carismático e muito bem feito. Um musical que não fica em nenhum momento chato.

O filme conta a história de uma comunidade de pinguins onde a música é um fator importantíssimo, e todos possuem belas vozes. Exceto pelo pequeno Mumble Happy Feet (dublado pelo Frodo), que nasce sem saber cantar, embora saiba dançar maravilhosamente, talento não muito apreciado pelos conservadores. Bem, no fim das contas é a velha história clichê sobre aceitação do diferente, mas que em nenhum momento soa piegas.

O filme é regado de belas musicas, de artistas variados e famosos. Não sei se eles tiveram a ousadia de dublar também a cantoria na versão dublada, mas se fizeram isso cometeram um crime gravíssimo. A versão original é excelente, com direito a Robin Williams cantado My Way em casteliano. Falando em Williams, ele dubla um pinguim xicano, chamado Ramon, engraçadíssimo.

Da parte técnica, pura perfeição. O filme possui um design realista, tanto no cenário quanto nos personagens, justamente para parodiar o documentário A Marcha dos Pinguins, que quem assistiu (infelizmente não é o meu caso) deve poder rir ainda mais das cenas de Happy Feet.

T+
Colorização...

David Williams

Em cima da fabulosa arte de David Williams. Cliquem na figura para ampliar.
T+

quinta-feira, dezembro 21, 2006

Novo rabisco...

Air Jordan

Que Pelé é o caralho! Esse é o melhor atleta que já existiu. Além de ser o único esporte que presta. Cliquem na figura para ampliar. Cores em breve.

T+

sexta-feira, dezembro 15, 2006

Assisti...



Peitos, bundas, peitos, peitos, mais bundas. Peitos, Peitinhos, Peitões, buceta, bundas. Bundinhas, Buceta e peitos. Peitos, peitos, peitos.... peitos. Bundas, peitos, xoxotas. Bazucas, nádegas e capôs.

Bundas, bucetinhas, peitchólas, mamas. Bundonas, mamilos, glândulas. Peitos, bundas, mais peitos. Peitos, bundas, peitos, peitos, mais bundas. Peitos, Peitinhos, Peitões, buceta, bundas. Bundinhas, Buceta e peitos. Peitos, peitos, peitos...

... e pancadaria.

T+

quarta-feira, dezembro 13, 2006

Feliz Natal, cambada!

Natal Babe

Cliquem na figura para ampliar. E deixo vocês com uma singela canção de Monty Python...

Christmas in Heaven

GOOD EVENING LADIES AND GENTLEMEN. IT'S TRULYA REAL HONORABLE EXPERIENCE TO BE HERE THIS EVENING.A VERY WONDERFUL AND WARM AND EMOTIONAL MOMENT FORALL OF US. AND I'D LIKE TO SING A SONG: FOR ALL OFYOU.

It's Christmas in Heaven.
All the children sing.
It's Christmas in Heaven.
Hark. Hark. Those church bells ring.

It's Christmas in Heaven.
The snow falls from the sky,
But it's nice and warm, and everyone
Looks smart and wears a tie.

It's Christmas in Heaven.
There's great films on TV:
'The Sound of Music' twice an hour
And 'Jaws' One, Two, and Three.

There's gifts for all the family.
There's toiletries and trains.
There's Sony Walkman Headphone sets
And the latest video games.

It's Christmas! It's Christmas in Heaven!
Hip hip hip hip hip hooray!
Every single day
Is Christmas day!

It's Christmas! It's Christmas in Heaven!
Hip hip hip hip hip hooray!
Every single day
Is Christmas day!

T+
Yatchamazi...



Quase todo mundo que viu Madagascar concorda que o Rei Julien é um dos personagens mais engraçados, graças a voz e ao talento cômico de um sujeito não muito conhecido por aqui, mas famoso na sua terra natal, Inglaterra. Seu nome é Sacha Baron Cohen, e ele criou o agora super-famoso personagem Borat, o jornalista atrapalhado do Cazaquistão, que em seu pseudo-documentário, Borat: Cultural Learnings of America for Make Benefit Glorious Nation of Kazakhstan, decide zoar o povo mais sem noção do planeta... os americanos.

O filme é curtinho, baixo orçamento e mesmo assim é de se mijar sangue de tão engraçado. Além disso, está agora entre as maiores bilheterias de estréia da história, ou seja, VIVA O POLITICAMENTE INCORRETO!!!

Borat não perdoa ninguém. Com o seu jeito "inocente", ele brinca com os costumes americanos na maior cara de pau. Quem mais teria coragem de dar um discurso: "May George Bush drink the blood of every man, woman and child in Iraq!", no meio de um rodeio, arrancando aplausos (e alguns risinhos nervosos) de uma platéia de rednecks? E depois ainda cantando o "hino" do Cazaquistão por cima do hino americano:

"Kazakstan, greatest country in the world, all other countries are run by little girls. Kazakhstan is number one exporter of potassium, Other Central Asian countries have inferior potassium. Kazakhstan, greatest country in the world, all other countries is run by the gays..."

O filme está fazendo um sucesso estrondoso, seja por ser uma excelente comédia de humor ááááááácido, ou seja pela polêmica gerada por ter ofendido várias minoriais como judeus e ciganos.

Bem, vocês me conhecem. Quanto mais baixo, mais legal eu acho. Free speech, bitches! High five!



T+

terça-feira, dezembro 05, 2006

Colorindo...

Jane in progress

Jogando um ossinho pro pessoal aí. Não ando tendo tempo pra fazer meus próprios trabalhos, mas aos poucos eu vou colorindo essa bagaça. Quanto teminar, coloco o desenho completo aí. Cliquem na figura para ampliar.

T+

segunda-feira, dezembro 04, 2006

Em Maio de 2007...

Trio maravilha

GOKU... VAI... MORRER!
T+

domingo, dezembro 03, 2006

Momento babação!

Esse cara é bão!

Eu fico deprimido de ficar olhando para a arte de pessoas como Jason Chan, com o talento anos luz na frente do meu, tanto pro traço, quando pra colorização babante. Mais um safado que faz magia no Photoshop. Não só ele, mas como também o doente mental do John Kearney, que é sempre gente boa quando eu mando e-mail, e me passou um tutorial de como se pintar cabelo. Quando ficar livre de minhas obrigações, irei por em prática. Eu prometo! E falando no tio Kearney, ele terá alguns trabalhos publicados no livro Exotique 2, que reúne os maiores artistas digitais do mundo. Congratulations, lad!

Eu realmente não me nivelo por baixo... hehehehehe!

Aliás, para a galera que quer aprender como os gênios fazem, aqui vai um link para tutoriais baixáveis, lançados pela revista Imagine FX, centrada em arte digital de fantasia e sci-fi. Essas preciosidades você não encontra em banca por aqui, encontra? Caralho, como eu nasci errado. Imigração para Montreal em três anos, ou então eu me mato.

T+

sábado, dezembro 02, 2006

Eu vi...



Conto de fadas para adultos. Sinistro, violento, perturbador, e ao mesmo tempo encantador e melancólico. Contando ainda com um final que consegue ser ao mesmo tempo feliz e triste.

Dirigido e escrito por Guilhermo Del Toro (Hellboy), ao lado de Antonio Trashorras e David Muñoz (o mesmo trio de A Espinha do Diabo), O Labirinto do Fauno se passa em 1944, quando o regime nacionalista de Franco já se consolidou, enfrentando apenas resistências pontuais de pequenos grupos republicanos. Viajando com a mãe grávida para um posto militar no Norte da Espanha, a jovem Ofélia sabe que será obrigada a conviver com o padrasto, o desprezível Capitão Vidal, com quem sua mãe se casou a fim de ter um pouco mais de segurança em um país dominado pela incerteza. Enquanto o sujeito se preocupa em capturar rebeldes locais, Ofélia explora os arredores e acaba encontrando um labirinto vivo, no centro do qual reside um Fauno (Doug Jones, o magrela que fez Abe Sapien e agora ajuda a dar vida ao Surfista Prateado) que a reconhece como herdeira do trono do Mundo Subterrâneo, desafiando-a a realizar três perigosas tarefas que, se cumpridas, comprovarão sua identidade.

Del Toro é um nerd muito foda. E pensar que ele esta com as mãos em Mountain of Madness, do tio Lovecraft. Lá vêm coisa boa por aí.

T+

sexta-feira, dezembro 01, 2006

Meia hora a mais disto...



King Kong, versão extendida, com a inclusão de trinta minutos a mais de cenas cortadas da versão cinematográfica como o ataque da criatura aquática, durante a travessia do pântano, do ataque o triceratops enfurecido, e muitos outros ataques. Além de mais de 38 minutos de cenas deletadas não inclusas no filme, mas sim num menu separado para degustação, trocentas featuretes novas e um making of exclusivo com mais de três horas, dissecando todas as etapas da produção de melhores filmes já criados.


"George... who?"

E este foi o meu presente de Natal para mim mesmo.

T+

sábado, novembro 25, 2006

Novo rabisco...

Spidey

Cliquem na imagem para ampliar.
T+

sexta-feira, novembro 17, 2006

Jersey boys!

Clique para mais cartazes

Assisti hoje O Balconista 2. Excelente, de rolar de rir, com os diálogos afiados e o humor mais ácido do momento. Kevin Smith se sentindo em casa novamente. Um filme de nerd pra nerd.

Quando o Quickstop pega fogo, Dante e Randal (sempre com as melhores falas) vão catar emprego como balconistas de famosa fast food fictícia do universo de Jay (que pra variar rouba a cena sempre) e Silent Bob (Smith fala pouco mas dirige muuuuuito).

O filme saiu por aqui no último festival de cinema do Rio, mas como brasileiro tem mais é que se fuder, não saiu em circuito aberto. Bem, também o povão não ia pescar nenhuma boa referência, que aparece por trás de cada palavra do roteiro. Fazer o quê? O jeito é ficar rindo sozinho aqui em casa.

Bem, quem tem um gosto refinado, busca cultura e quer ver uma cena de bestialidade envolvendo um jegue, procure por esta pérola. Hehehehehe!

Peace out, bitches!

terça-feira, novembro 14, 2006

Mais rabisco...

BlackOPS

Colorido com a tablet, é claro. Cliquem na figura para ampliar.
T+
Mais um rabisco...

Orc

Ahá! Começando a brincar de Z-Brush, ainda looooonge de ser um trabalho final, mas é um work in progress, modelado a partir de uma cabeça básica do Lightwave. Cliquem na figura.

Confiram o trabalhos dos pros lá no site da Pixologic para rirem do meu.

T+

sexta-feira, novembro 10, 2006

1 é pouco, 2 é bom, 3 é foooooda!



Se quiserem baixar pra ver em alta resolução, cliquem aqui.
T+

quinta-feira, novembro 09, 2006

Mexendo no brinquedinho novo...

Cockpit

Ainda testando o tablet, fiz esse rabisco que é o design conceitual para o cockpit (hehehehehe... cock!) do foguete de Jane Nebula. Cores rapidinhas, sem me importar muito com as linhas. Cliquem na figura para ampliar.

T+

quarta-feira, novembro 08, 2006

Fear me...



"Now I have a machine gu... I mean... tablet! Ho, Ho, Ho!"

É a Wacom mais básica, e ainda assim me custou um rim, um olho e a virgindade no calçadão de Copacabana. Ainda tá uma merda pra pegar o jeito da coisa, mas o futuro é promissor. Eu refiz o colorido da minha cara feia aí no blog. É um começo. Em breve pego aquele pôster da Jane, cheio de detalhe.

T+

quarta-feira, outubro 25, 2006

Pros gringos...

HQ gringa

O Nifty Studio me pegou pra fazer uma webcomic sobre um grupo de colegiais que luta contra as forças do mal. Niiiiice! A chance de desenhar gostosas com uniforme de colégio católico é um atrativo. Pagam merreca, mas eu preciso mesmo tirar as teias de aranha do meu senso de storytelling. Whata hell?

Cliquem na figura para ampliar.
T+

terça-feira, outubro 24, 2006

Rabisco colorido...

Snow babe

Finalmente! Cliquem na figura para ampliar.
T+

quarta-feira, outubro 18, 2006

Jane finalizada...

Jane Nebula

Cores em breve. Cliquem na figura para ampliar.
T+
Zoando as fábulas...



Cansados da mesmice de animações com bichinhos? Que tal ver uma boa sacanagem aos contos de fadas no melhor estilo Shrek? Em Hookwinked, vemos a história da Chapeuzinho Vermelho contada de diversos pontos de vista, enquanto os suspeitos são entrevistados pela polícia. É de morrer de rir.

A animação é bem limitada. Não segue o padrão de animação fluida, com efeitos e texturas maravilhosas que os grandes estúdios utilizam. Essa produção é mais contida, mas compensa no excelente roteiro, que assim como Shrek, brinca com inúmeras referências e humor sarcástico. Além de ter excelentes numeros musicais.

Assistam.
T+

segunda-feira, outubro 16, 2006

O que eu ando fazendo ultimamente...

3D chick

Como alguns já sabem, eu comecei meus estudos de computação gráfica. Não, a figura acima não é minha, porra! Quando eu conseguir parir uma modelagem assim, já estarei feliz e contente, fucking far away, morando em Montreal (a verdadeira cidade maravilhosa). Cliquem na imagem e acessem o site do responsável, que é brazuca até.

No momento estou aprendendo Z-Brush, programa usado da japinha aí, fazendo um curso a parte, e 3D Max, na pós de animação 3D lá da UVA. O Max ainda parece um painel de boing 747 quando eu abro, mas as poucos estou aprendendo, perdendo a fobia de tantos botões e transformando num painel de um jatinho bimotor. Em breve, estarei pilotando. Quando eu fizer algo que considere digno de ser mostrado, postarei.

Também ando trabalhando com freelas. Ilustrações chatinhas e simples que não utilizam nem metade das minhas capacidades, mas ainda assim consomem tempo por causa da quantidade. Felizmente pintou hq gringa pra fazer. É Webcomics e paga merreca, mas é uma mudança de ares.

Com tudo isso no caminho, fico sem poder brincar com minhas próprias criações e de treinar a porra do Z-Brush e do Max em casa. Tá foda! Espero arrumar uma brecha esta semana. Enquanto isso, nada de guerreira de machadão colorida.

E o mais triste... Como os freelas ainda são recentes, a grana ainda não começou a entrar. E mesmo que entre, o dinheiro irá diretamente para o meu fundo de imigração para Quebec. Falando niso, estou aceitando donativos. É por uma boa causa. Eu, longe daqui, deixando para trás música ruim e idiotas que insistem em botar um semi-analfabeto no poder, em busca de meus sonhos molhados de dirigir longas de animação. Prometo que pago com juros quem em ajudar, pois um dia estarei ganhando o que Brad Bird ganha. Talvez até lá eu já esteja usando fraldas geriátricas, mas ao menos terei grana para ter uma enfermeira gostosa.

Au revoir

sexta-feira, outubro 13, 2006

Teaser de Grindhouse...



Quando Rodriguez e Tarantino, as duas mentes mais brilhantes e doentias do cinema, resolvem fazer uma homenagem ao cinema trash dos anos 70:

TEASER



T+
Branca de Neve...

Snow Bitch final

Finalizada no lápis, porque eu quero economizar as canetas... hehehehe! Quando eu puder colorir, eu farei. Cliquem na figura para ampliar.

T+

quinta-feira, outubro 12, 2006

Mais rabisco...

Snow Bitch

Tirando um pouco da poeira dos lápis aqui em casa. Esse é um teste pra um servicinho de pin-ups. Finalizarei em breve, bitches! Cliquem na figura para ampliar.

T+

quarta-feira, outubro 11, 2006

Work in progress...

In progress, bitch!

Tomando vergonha e fazendo mais cenário... hehehehe! Tudo bem, ainda estou uma merda neste aspecto, mas a gente chega lá. Ando sem tempo para fazer coisas para mim mesmo, então espero ter um espaço até semana que vêm pra fazer arte-final disso. Cliquem na figura para ampliar.

T+

domingo, outubro 08, 2006

E elas retornam finalmente!



As duas melhores séries da atualidade retornam para suas terceiras temporadas. Lost e Battlestar Galactica voltaram com força total na semana passada, uma com seus mistérios de sempre e a outra com os escritores mais sádicos da ficção científica. Sádicos num bom sentido, porque quem sofre ali são os personagens, para delírio dos fãs, já que merda acontecendo dá audiência pra caralho.



Só que enquanto Lost ainda enrola, com apenas um episódio mostrando o que anda acontecendo com os protagonistas capturados, Galactica já detona com dois episódios seguidos onde muita coisa acontece, já avançados 134 dias da ocupação cylon em New Caprica.

Por isso, pra mim Lost vai sempre merecer um honroso segundo lugar no meu ranking séries dramáticas. Galactica ainda consegue ser melhor.

T+

terça-feira, outubro 03, 2006

See the movie and play the fucking game, you piece of shit!



Depois de O Poderoso Chefão ter virado game, a moda em adaptar filmes não muito ortodoxos pegou. Quer se sentir na pele de um criminoso? Quer ter a liberdade de fazer merda? Pegar reféns, atirar em policiais? Que GTA de cú é rola! O negócio é fazer isso com o estilão de Quentin Tarantino, jogando Cães de Aluguel, o game mais psicopata que eu já peguei.

Nele, rola a história do filme, onde um bando de ladrões se junta para um assalto que acaba não dando muito certo. Você joga com cada um dos personagens: Mr. White, Mr. Blonde, Mr. Orange, Mr. Blue, Mr. Brown e Mr. Pink. Ali, você terá que não só torcar tiros com seguranças e policiais, enquanto tenta escapar de volta para o famoso armazém, como também tem que pegar reféns para servirem de escudo, berrar ordens e palavrões, fazer o controle de multidão, etc. Doentio? É, pra cacete. Mas, hey, é Tarantino. Tá valendo!



Vejam os comerciais do jogo no You Tube:

Vovó
Cowboy

Eu mal posso esperar para jogar com Mr. Blonde e torturar o policial dançando.
T+

sexta-feira, setembro 29, 2006

Cartazes e mais cartazes...

Oh God! A giant PUSSY!

Comprei um livrinho fodão chamado Films Posters - Science Fiction, só com cartazes de filmes de ficção, de várias épocas, do início do século 20, ao início do século 21. O negócio ainda é parte de uma coletânea que traz mais cartazes de filmes, divididos por década ou gênero. Nessa edição você encontra dos mais clássicos aos mais obscuros, como esse aí da mulher gigante... que eu quero muito assistir. "Save yourself! It's a giant beaver!"

T+

terça-feira, setembro 26, 2006

E agora, as cores...

The chick and the duck colors

Viram? Foi rápido. Cliquem na figura.
T+
The Chick and the Duck...

The Chick and the Duck

Fiz ontem, inspirado pelo traço cartunizado e limpo do tio Cruz, que até deu um alô aí nos comentários. Resgatei velhos personagens, que um dia, ainda espero desenvolver a história. Nada mais inusitado do que uma dupla policial formada por uma ruiva gostosa e um pato verde.

Cliquem na figura para ampliar. Em breve, cores.
T+

segunda-feira, setembro 25, 2006

Cartooning, hombre!

Astrodevil

Pra galera aí que, assim como eu, baba o ovo do traço cartunizado, fica aqui a dica para visitarem a galeria do artista Richard Cruz (não confudir com Roger) a.k.a. Astrodevil. O maluco é foooooooda! Vou deixar o link permanente para o blog do cara e é só clicarem na figura para acessar seu DeviantART.

And, Richard, you probaly don't speak portuguese, but chill. I only spoke good things about you, muchacho!

T+

sábado, setembro 23, 2006

Posso ser gentil com ele, Asterix?



Ok, no melhor estilo anúncio de filme na Globo: "A dupla gaulesa mais louca do planeta está de volta, numa aventura cheia de emoções, contra uma galera nórdica da pesada."

Falando em língua de gente (porque quem assiste Globo não é), Asterix e Obelix estão com novo filme na área. Claro que como brasileiro tem mais é que se fuder, achar uma versão legendada disso é difícil, mas tem uma salinha lá no Unibanco Artplex. Asterix et les Vikings é a adaptação do álbum de mesmo nome, que traz os nossos queridos gauleses às voltas com os terríveis vikings, povo do norte que adora destruir e pilhar (e quem não gosta?).

O diferencial desta animação, para as outras anteriores da dupla, é que aqui o negócio é muito, mas muito mais bem feito. 2D do bão, como a Disney já não consegue mais fazer desde os anos 90, super-fluido, digno de cinema e bem mandado pra cacete.

Tempos atrás eu já tinha topado com o site do animador Antoine Antin (que também tem dedo em Curious George), que tinha uns pencil tests desse longa e não muito tempo depois, eu vi o trailer e, somente agora, consegui assistir o filme de fato.

Bem, não percam.
T+

sexta-feira, setembro 22, 2006

You WEIRD AL, dude...



Quem não conhece Weird Al Yankovic, o genial comediante que adora deturpar as letras e clipes de músicas famosas como "Smells Like Nirvana", "Fat", "The Saga Begins", entre outras pérolas?

Bem, música nova do doente mental na área, desta vez fazendo um rap sobre nerds branquelas, White and Nerdy. Cliquem aqui para assistir o clipe (com direito a rápida aparição de Seth "Robot Chicken" Green) e confiram a letra aqui.



T+

quinta-feira, setembro 21, 2006

Mais rabisco...

Enoch

Demorou, mas saiu o colorido. Cliquem na figura para ampliar.
T+

sexta-feira, setembro 15, 2006

Mais rabisco...

Jane Nebula

Cliquem na figura para ampliar.
T+

sexta-feira, setembro 08, 2006

Soldado Ryan é o caralho!

CoD 3

Meu vício atual no PS2 são os jogos de tiro e primeira pessoa, que andam cada vez mais próximos da realidade... ou pelo menos cada vez mais fodas. Peguei recentemente, Urban Chaos (Eidos), onde você é um policial de um esquadrão de elite de Los Angeles que tem que dar conta de uma guerra de gangues. Muifo foda! Com direito a situação de refém. Mas, Black (EA) ainda reina supremo na plataforma em termos de gráficos e jogabilidade. Já em termos de roteiro, eu sou apaixonado por Call of Duty 2 (Activision), onde você encarna um soldado aliado em plena Segunda Guerra. A graça está nas missões e em você ter que acompanhar seu batalhão, que conversam com você, incluindo ordens dadas pelo seu sargento, no meio de um tiroteio.

Eis que os trailers para o terceiro game da série já estão disponíveis aqui. Se o CoD 2 ainda devia em gráficos para o Black, o Call of Duty 3 não deve nada a ninguém. O jogo beira a perfeição, com direito a batalha no meio da chuva (com detalhe dos pingos na sua arma), e tiroteios no meio de ruínas, onde a cada esquina você pode topar com um nazista e ter que cair no braço com ele. E a melhor notícia é que saíra para todas as plataformas... Podem comemorar.

Já se pegou respondendo verbalmente aos seus camaradas virtuais sem querer? Tem mais alguém ou é apenas eu que preciso de terapia?

T+

quarta-feira, setembro 06, 2006

Michael is the 'Mann'!



Se a adaptação cinematográfica de S.W.A.T. não desceu bem pela garganta, Miami Vice veio como uma bebida refrescante para ajudar a engolir. O filme baseado na série anos 80, traz um tom mais sério e realista e faz bonito, sempre com a estilosa direção de Michael Mann, o cara que mostrou Tom Cruise loiro e malvado em Colateral.

Jamie Foxx e Colin Farrell, encarnam respectivamente os detetives da narcóticos de Miami, Ricardo 'Rico' Tubbs e James 'Sonny' Crocket, e possuem a difícil tarefa de se infiltrar numa mega transação de drogas que nem o FBI está conseguindo dar conta.

Todo filmado em câmera digital, quase sempre handheld, o que ajudava no nervosismo de certas cenas, além de combinar muito bem com o gênero (vide as séries The Shield e NYPD Blue). Miami Vice é uma ótima opção pra quem quer ver tiroteios sem precisar ser ofendido com clichês e cenas de ação mentirosa.


Merda... fui pego numa corrente!



Fui ameaçado pelo Rômulo, mas tudo bem. Essa corrente maldita é divertida. Fale 6 merdas sobre si mesmo e passe adiante para mais 6 pobres coitados blogueiros. Senão você será atacado num beco escuro por 3d10 chinchilas selvagens armadas com katanas em miniatura e muita fofura.

1 - A cegonha estava bêbada ou drogada quando decidiu me largar aqui. Meu patriotismo se resume a comida e Copa do Mundo. A idéia de fazer parte de um povo tão alegre que sorri até tomando no rabo me dá náuseas;

2 - Eu não gosto de gente. Gosto dos meus amigos, porque eles são seletos, mas gente em geral é uma merda. Só tolero bêbado. Pense em mim como um cachorro que precisa se acostumar com a sua presença para não morder. Raça? Hum! Sempre gostei de Pastor Alemão.

3 - Gosto de ruivas, por que são raras. Gosto de mulheres de cabelos curtos, por que são mais raras ainda. Quando Deus fez a Simone Simons, ele pensou em mim. Pensou tanto que colocou a mulher a um oceano de distância. Se ela deixar o cabelo curto, eu nado até a Holanda.

4 - Meu humor é mais corrosivo que baba de alien. Gosto de imaginar que este blog já tenha tenha feito pessoas caírem na gargalhada e outras, menos iluminadas, chorarem em posição fetal no canto do quarto. Eu me orgulho disso.

5 - Eu culpo fanatismo religioso pelo nosso atraso tecnológico. Se não fosse a Idade das Trevas, já estaríamos pilotando Enterprises por aí e explorando o espaço. Criacionismo de cú é rola! Vai estudar, desgraçado! Sou ateu, graças a Deus (ahá, sacaram? hein? hein? pisca! pisca!).

6 - Escolhi a profissão errada no país errado. Voltamos ao primeiro tópico. Canadá, aí vou eu.

Bem, um macaco foi vendado e ele vai atirar coco num painel com nomes de meus colegas blogueiros. Assim 6 felizardos serão democraticamente sorteados. E minhas vítimas para dar prosseguimento a esta perda de tempo serão: Cecília, João Cláudio, Pedro, André Gustavo, Tia Bia e Marcelo.

T+

segunda-feira, setembro 04, 2006

Extreme makeover...

Brandy

O desenho é velho, mas as cores são novas. Cliquem na Brandy para ampliar.
T+
A família colorida...

The Strong Family

E com tons de sépia. Cliquem na figura para ampliar.
T+

domingo, setembro 03, 2006

Rabisco colorido...

G.I.Duh!

Cliquem na figura para ampliar. E cliquem aqui para a versão PB.
T+